Emagrecimento

Efeito sanfona: saiba o que é e como se livrar dele!

agosto 1, 2018
efeito sanfona

Quando se está acima do peso, emagrecer de forma rápida costuma ser o desejo comum de muitas mulheres.

Entretanto, perder peso em pouco tempo pode ocasionar um problema muito conhecido por quem faz dieta: o temido efeito sanfona. Esse incômodo afeta muitas pessoas e é caracterizado por um processo de engordar e emagrecer repetidas vezes.

Geralmente, o efeito sanfona é uma consequência de dietas muito restritivas, ou seja, uma privação prolongada de nutrientes e alimentos. Isso pode causar muitos problemas para a saúde, além de não garantir um resultado duradouro e eficaz.

Neste post, vamos falar sobre o efeito sanfona e como se livrar desse problema. Quer ficar por dentro do assunto? Então continue a leitura!

O que é o efeito sanfona?

Esse problema caracteriza-se pelo vaivém de quilos, ou seja, uma resistência do organismo em manter o peso. Isso pode acontecer tanto como resultado de dietas de apenas líquidos durante um mês ou até mesmo por dietas da moda.

Com isso, a perda de peso pode se tornar um processo ainda mais difícil, fazendo com que o resultado não permaneça. Após um período, o antigo peso pode voltar ainda maior.

Além de não contribuir para um emagrecimento saudável e duradouro, o efeito sanfona pode prejudicar o organismo como um todo. Consequentemente, diversos problemas de saúde surgem, como hipertensão, aumento do colesterol, doenças coronárias, imunidade baixa, entre outros.

Além disso, o efeito sanfona também pode diminuir o metabolismo, causando baixos níveis de energia. Quando o corpo não apresenta as calorias necessárias para funcionar, ocorre fadiga, cansaço, irritabilidade e função cerebral limitada.

Por que ele acontece?

O ciclo do “engorda-emagrece” acontece quando a pessoa muda o padrão para um estilo de vida difícil de ser sustentado a longo prazo. Quanto maior for a perda de peso, mais traumático será para o corpo. Reduzir calorias ou eliminar alguns grupos alimentares inteiros do dia a dia podem prejudicar o organismo.

Essa restrição causa um emagrecimento aparente, mas é difícil manter a alimentação restritiva por muito tempo.

Assim, quando a dieta é drástica, com a diminuição da quantidade de alimento, há um aumento do hormônio grelina, responsável pela fome, e uma diminuição de leptina, hormônio da saciedade. Se a produção de ambos não estiver regulada, será bastante difícil emagrecer com saúde.

Isso porque ocorre uma instabilidade do metabolismo e o alimento fica armazenado de maneira diferente no corpo.

O organismo percebe que precisa se proteger por causa da frequente falta de alimento, o que facilita com que as calorias responsáveis por aumentar o peso fiquem guardadas e dificultem o fim do efeito sanfona.

Quais são as suas consequências?

Além de provocar frustração, o efeito sanfona ainda ocasiona muitos malefícios para a saúde física e mental. A primeira mudança aparente é o aparecimento de estrias e flacidez, prejudicando a saúde da pele.

Um dos órgãos que mais sofre com esse problema é o coração, responsável por distribuir sangue para todo o corpo. O aumento de peso e o acúmulo de gordura nos vasos sanguíneos exigem uma força maior de bombeamento, o que pode causar insuficiência cardíaca.

Outro órgão muito prejudicado é o pâncreas. Ao tentar estabilizar os níveis glicêmicos, ele pode ficar sobrecarregado pela grande produção de insulina e perder a sua funcionalidade, provocando o diabetes.

Além disso, o efeito sanfona pode provocar outras doenças, como:

  • hipertensão,
  • aumento dos níveis de colesterol e
  • alterações da função renal, que podem afetar também a saúde dos vasos e do coração.

Mentalmente, o efeito “engorda-emagrece” pode causar baixa autoestima, frustração, sentimento de culpa e até mesmo depressão.

Como se livrar dele?

A melhor forma de emagrecer com saúde é por meio da mudança de hábitos. Escolher alimentos mais saudáveis e fazer exercícios físicos regularmente são ótimas opções para quem está cansado de emagrecer e engordar.

A seguir, confira algumas dicas de como evitar o efeito sanfona.

Coma melhor

O primeiro passo para acabar com o efeito sanfona é parar de achar que você deve ingerir bem menos calorias, cortar grupos alimentares inteiros ou fazer restrições. A ideia principal é comer melhor e não menos. Por isso tente incluir alimentos frescos à base de legumes, verduras e frutas.

Com isso, sobra menos tempo para os ultraprocessados, que apresentam uma maior quantidade de gordura, açúcar e sódio. Além disso, ao invés de eliminar totalmente a gordura e o açúcar, tente diversificar a sua alimentação incluindo alimentos in natura.

Faça exercícios físicos regularmente

Se você deseja manter o peso conquistado e manter o metabolismo sempre ativo, não deixe de praticar atividades físicas. O ideal é se exercitar ao menos três vezes por semana.

O hábito de praticar exercícios físicos pode deixar a sua rotina alimentar mais fluida, permitindo que você não caia na tentação das dietas muito restritivas. Elas podem deixar você com mais fome e provocar uma relação com a comida que não é saudável.

Uma boa dica é não praticar atividade física sem se alimentar, pois você perderá massa magra e não gordura.

Não faça dietas malucas e restritivas

As dietas milagrosas são as principais causadoras do efeito sanfona. Elas garantem resultados mirabolantes e representam uma grande ameaça para o organismo, levando-o a economizar energia e reduzir o metabolismo.

Assim, invista em um programa de reeducação alimentar que possa auxiliar você a manter os novos hábitos alimentares por mais tempo.

Controle as emoções

Tédio, estresse e cansaço podem fazer com que você recorra à comida várias vezes e em quantidades exageradas. Isso é resultado das emoções, que não refletem as verdadeiras necessidades nutricionais do corpo. É essencial saber controlá-las — ou na primeira oportunidade você cairá em tentação e descontará tudo na comida.

O efeito sanfona é um problema que infelizmente afeta muitas pessoas.

Por isso, se você sofre com esse problema, evite dietas muito restritivas e mude a sua alimentação, optando por alimentos frescos e saudáveis. Ademais, se você quer emagrecer com saúde e sem sofrer o efeito “engorda-emagrece”, um curso online de emagrecimento pode ser um ótimo aliado!

Gostou deste conteúdo? Você já sofreu com o temido efeito sanfona? Deixe um comentário em nosso post e compartilhe sua experiência!

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply